Skip to main content
Mãe Empreendedora

Mães Que Empreendem Passam Mais Tempo Perto Dos Filhos

Por necessidade mãe deixa o mercado de trabalho para dedicar mais tempo aos filhos

Quem é mãe sabe o quanto de tempo é preciso dedicar para cuidar dos filhos. As crianças têm muita energia e algumas vezes exigem atenção o tempo todo. Um momento crucial para muitas mães é o final do período de auxilio maternidade, uma grande incerteza aparece nesse momento e algumas questões pairam na cabeça de muitas famílias. Com por exemplo: Com quem vou deixar meu filho? Será que minha mãe o olha para mim? Vou colocar ele na creche? Será que ele vai ficar bem? Será que vão cuidar bem dele? São muitos os questionamentos.

O instinto materno é muito complexo para essas questões, geralmente a mãe tem a tendência natural de querer proteger seu filho de tudo. E a proteção só pode vir de seu ninho, seu lar, próximo a seus olhos.

Deixar o mercado de trabalho nesse momento para dedicar mais tempo aos filhos é uma realidade para muitas mães brasileiras. Porém um dos grandes problemas ao fazer isso é deixar de contar com seu salário, sua renda, o que pode fazer falta mais tarde.

Pensando em não deixar o orçamento doméstico cair, muitas mulheres optam por começar seu próprio negócio em casa. Pois dessa maneira é possível ter seus próprios horários de trabalho e conseguir se dedicar mais na educação dos filhos.

Nesse artigo vou apresentar a historia de uma mãe, que pode ser igual a milhares de outras. Ela deixou o seu emprego para cuidar dos filhos, porém o destino lhe pegou algumas surpresas. Segue resumo.

mae-filho-praia

Historia da mãe que deixou emprego para se dedicar a família.

Meu nome é Rosa, sou mãe de três filhos adoráveis. Quando tinha 19 anos tive meu primeiro filho, eu trabalhava em uma fábrica de costura e logo que acabou a minha licença maternidade já retornei as minhas atividades, deixando meu filho com minha mãe. Em meu segundo parto, outro filho, aconteceu à mesma coisa, mal havia terminado a licença e eu já estava trabalhando.

Minha renda familiar era baixa, não havia como abandonar o emprego para cuidar de meus filhos, cuja diferença de idade era de um ano. Tive sorte de poder contar com minha mãe nesse período, ela se dedicava bastante em olhar meus amores.

No nascimento de meu terceiro filho, uma menina, eu ainda trabalhava naquela mesma fábrica de costura. Eu não pude para no segundo filho, pois sempre sonhei em ter uma filha. Quando ela nasceu foi uma alegria.

Com o nascimento do terceiro, eu não queria sobrecarregar mais minha mãe. Cuidar dos três e realizar os afazeres de casa não seria uma tarefa muito fácil para ela. Então após uma longa reflexão e alguns conselhos, tomei a decisão de parar de trabalhar e me dedicar integralmente aos meus filhos. Meu marido estava empregado, e por mais que fosse difícil, sem muito luxo, ele conseguiria manter a casa.

Passamos três meses nessa vida, meu marido trabalhando e eu cuidando da casa e dos meus filhos. Porém algumas vezes o destino prega peças, e para nossa surpresa em 2014 meu marido foi demitido do trabalho.

Foi um impacto muito grande, muitas incertezas apareceram em nossas vidas, ficamos dias sem dormir. Lógico que recebemos todos os direitos trabalhistas, mas sabíamos que aquilo não duraria para sempre.

E realmente não durou, após meses procurando trabalho, meu marido estava para receber a última parcela do seguro desemprego. Nesse momento pensamos em várias soluções, uma delas era eu tentar voltar ao mercado de trabalho, nós precisávamos superar o momento.

Foi nessa fase que tudo começou a mudar em nossas vidas. Minha filha iria completar um ano, não queríamos deixar passar em branco. Convidamos apenas parentes próximos para um churrasco comunitário (cada um trás um pouco de carne e alguma bebida), não tínhamos condição de bancar festa alguma. Eu preparei todos os docinhos da festa e meu marido contribuiu com o que pôde.

curso-doces-gourmet

Depois dos parabéns recebi vários elogios de parentes sobre os doces. Eles sabiam que nossa situação não estava fácil e começaram a me incentivar a vender doces para festas. Eu e meu marido sabíamos que eles estavam querendo nos animar apenas, pois eu mal soube preparar o brigadeiro, quanto mais às outras coisas.

Nesse mesmo dia, um primo de meu marido disse que na próxima semana seria o seu aniversário, e queria uma encomenda de brigadeiros. Mais uma vez, sabíamos que ele estava apenas querendo nos ajudar financeiramente. Mas não tinha como recusar, afinal estávamos com a corda no pescoço.

Eu e meu marido encaramos isso como um desafio, e não queríamos fazer feio. Por mais que seu primo estivesse querendo nos ajudar, não poderíamos entregar qualquer coisa.

Tivemos uma semana para aprender a trabalhar com doces, achamos na internet um Curso de Doces Gourmet que nos ensinou tudo que precisávamos saber a respeito para começar. Fizemos os testes, investimos algum dinheiro e fizemos nossa primeira entrega.

Como também éramos convidados da festa, recebemos muitos comentários positivos sobre os doces. Para nossa surpresa conseguimos ir embora dali com duas encomendas. Nesse momento eu e meu marido ficamos em um estado de desconfiança, não acreditando muito em nós mesmos, achávamos que só tivemos essas outras encomendas porque as pessoas souberam de nossa situação financeira e quiseram nós ajudar.

Fizemos as entregas, mas para resumir a essa historia, depois desse dia já fazem mais de dois anos que nossa família vive adoçando a vida das pessoas. Já perdemos a mentalidade que as pessoas só compram nossos produtos por causa de nossa condição financeira.

Hoje podemos dizer que faturamos muito mais, com menos tempo, do que quando eu e meu marido trabalhávamos como funcionários. E o bom de trabalhar em casa é poder dedicar o tempo a cuidar dos filhos e de nós mesmos.

Não pensem que é fácil trabalhar com doces, é preciso se preocupar sempre com a qualidade da matéria prima, conservação, validade, entrega e aparência dos mesmos. Não basta ser gostoso, tem que ser prazeroso para os olhos também. Esses detalhes todos podem ser aprendidos clicando nesse link. É um curso barato, que ensina muitos fundamentos para o preparo de doces. É um ótimo ponto de partida para quem está pensando em entrar para essa área.

Faça como nós fizemos, não espere a crise chegar para tomar essa decisão. Caso queria saber mais, entre contato conosco. Teremos prazer em ajudar.

Mães Que Empreendem Passam Mais Tempo Perto Dos Filhos
5 (100%) 1 vote

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *